O desajuste emocional tem como principais sintomas a depressão, transtornos de pânico e de ansiedade, comportamentos obsessivo-compulsivos, traumas e fobias sociais que podem se manifestar por meio de tensão elevada, insônia, falta de concentração, irritabilidade, formigamento ou dores de cabeça, má digestão, alimentação inadequada e dores no corpo, provocadas por estresse e aumento do consumo de dejetos derivados da indústria, sedentarismo, falta de combinação alimentar, insatisfação pessoal e profissional, bem como falta de estilo de vida.

Estes desequilíbrios necessitam ser tratados, já que tendem a piorar gradativamente em um círculo vicioso, que pode, muitas vezes, ser superado com ajuda terapêutica. Diversas são as formas de ajustar esse problema através da equipe multidisciplinar, solucionar esses problemas partem da adoção de condutas de maiores cuidados com o próprio corpo, respeitando os tempos e limites do organismo.

O planejamento do dia também ajuda muito, sem esquecer os horários de refeição, sono, lazer, esporte e atividades físicas, que são atividades que ajudam na recuperação do corpo e na produção de hormônios que melhoram seu funcionamento.